28 setembro 2014

Londres, a clássica Londres!

             
 
    
   Viagens sempre são muito boas, apesar da parte chata que é arrumar as malas, mas toda essa parte vale a pena por que no final você nai viajar! Para terminar essa semana bem britânica com chave de ouro, vamos fazer uma viagem a maior cidade do Reino Unido, com 2 mil anos de história, Londres, a tão linda e clássica cidade em que o mundo inteiro passa por ela.  Eu já fiz uma primeira parte prévia, só com os monumentos aqui. Então será a vez dos museus, e semana que vem as ruas para fechar. Selecionei uns dos melhores e mais importantes museus para guiar vocês !

Museus:

British Museum










  Foi o primeiro museu público e gratuito e nacional do mundo. Fundado em 1753 e aberto ao público em quinze de janeiro de 1759. No início era só um amontoado de objetos, no século XIX, se estabeleçeu um modelo que vigora para todos os museus modernos .abriga 8 milhões de peças históricas de toda a humanidade. Foi pioneiro nos métodos museológicos, trazendo relíquias da História Universal. Em seu acervo permanente, conta com máscaras astecas, moedas do período helenístico, esculturas egípcias e gregas, além da Pedra de Roseta e partes do Pártenon de Atenas.

Natural History Museum

  Foi fundado em 1881 como departamento do Museu Britânico, atualmente é um monumento público patrocinado pelo Ministério da Cultura, Média e Desporto. Dada a idade da instituição, muitas das coleções têm um grande valor histórico e científico, como as espécimes coletados por Darwin. Contém extenso material, que inclui livros, jornais, manuscritos e coleções de arte ligadas ao trabalho e a pesquisa . Uma das exclusividades é a exposição permanente de esqueletos de dinossauros

National Gallery
    

   National Gallery foi fundada em 1824, quando o governo britânico comprou todo o acervo de arte de um famoso banqueiro da época, bem como sua mansão. Assim, a casa foi aberta ao público. Logo, um edifício foi construído no meio de Londres, na Trafalgar Square, especificamente para abrigar a coleção.O museu era conhecido e visitado apenas pela elite inglesa, mas a notícia de um prédio de arquitetura singular com tal vasta coleção se espalhou por toda a Europa e visitantes vieram de vários países para conhecer o museu. Aos poucos, o lugar deixou de ser tão elitizado, e muitos programas educativos foram implantados, abrindo assim uma oportunidade para todas as classes visitarem o local, como acontece atualmente.

Tate Modern
    

   O Tate Modern é um dos maiores museus de arte moderna e contemporânea do mundo. Criado no ano 2000 em uma usina elétrica desativada, o Tate Modern faz parte da rede Tate, que inclui ainda em Londres a Tate Britain, a qual agrega os principais trabalhos de arte britânica. Hoje a Tate Modern disponibiliza a coleção permanente, gratuita, e exibições especiais, com cobrança de ingresso Inaugurado no ano 2000, à beira do Tâmisa, na antiga estação de energia de Bankside, de frente para a Millennium Bridge, na margem oposta à St Paul’s Cathedral, o museu faz parte do grupo Tate, conjunto de quatro galerias de arte..As obras expostas nos sete andares da Tate Modern incluem grandes nomes, como Pablo Picasso, Salvador Dalí, Piet Mondrian, Claude Monet, Joan Miró, Jean Arp, Umberto Boccioni, Giorgio de Chirico, Natalya Goncharova e muitos outro artistas de peso.

   Esse é o final da semana britânica :( espero que tenham gostado :) !