05 outubro 2015

Tag: Me Decobri

   

 Eu vi essa tag no blog Winter Bird, achei incrível, vi que ela deixou em aberto para que todos que quiserem responder se sintam a vontade, então  a Winter Bird me tagueou. E quem criou a tag foi a Doce Madrepérola.
Regras:
*Linkar o blog que criou a tag;
*Linkar o blog que te indicou;
*Colocar o selo da tag;
http://4.bp.blogspot.com/-EHCJqtR1cXk/VfoX0kRCGtI/AAAAAAAAJXs/2Oxg8Ntt6v4/s320/
* Para cada pergunta, uma resposta em texto e imagem para representá-la;
* Indicar 9 blogs para responder á tag.

1. Como se chama? Fale um pouco sobre seu nome... Quem te deu esse nome? Você gosta?
  Me chamo Vanessa. Meu nome significa borboleta e é holandês, não é um nome popular, mas também não é um nome raro ou único, dá para fazer muitos apelidos com ele e um dos que mais gosto é vans. Sinceramente acho o nome bonito, foi a minha mãe que escolheu bem antes de eu nascer ela achou o nome lindo e sempre dizia que esse seria o nome da filha dela.

2. Algum desejo?
   Tenho muitos desejos, um deles é viver uma grande aventura, sim, quero viver uma grande aventura, não importa em qual âmbito da minha vida seja, apenas quero me lembrar no futuro de algo bem legal e diferente que fiz no passado, quero saber que vivi tudo que tinha para viver, outro desejo é mudar as coisas erradas do mundo, mas eu meio que já falei isso algumas vezes aqui então decidi mudar para outro e não repetir o assunto demais se não fica chato e segundo amigos eu as vezes sou profunda demais com relação a essas coisas.

3. Qual seu maior medo?
  Não realizar meus sonhos, não conseguir tornar pelo menos um deles reais. Tenho muitos outros medos, mas esse é um dos que resolvi contar. Não precisamos contar nossos medo aos outros, pelo menos assim acredito, é preciso enfrentar os medos e não mudar sua posição diante deles.

4. Como você se sente quando alguém diz que você não deveria ser assim?
  Absolutamente nada, eu realmente não ligo para o que dizem de mim, nunca, depois que passei pelo processo de aceitação de mim mesma, dos meus cabelos, eu passei a ligar muito menos e não dar a mínima para o que os outros pensam de mim. Eu não recebo comentários destrutivos, mas sei ver quando um comentário é construtivo e eu analiso o que posso fazer para melhorar.

5. Já se perguntou quem é você? Qual o motivo de estar onde está?
    Sempre me pergunto isso, como não se perguntar esse tipo de coisa, qual a sua missão no mundo, quem sou eu, peguntas que qualquer pessoas faz e que você só vai conseguir responder com a idade, na verdade, não há como responder essas peguntas você vive a vida para tentar respondê-la e talvez nunca consiga ter uma resposta concreta já que nós somos tão voláteis

6. Tem algo em você que te incomoda?
  Muitas coisas, pessoas falsas, pessoas fúteis, bullying, pessoas enjoadas, sofrimento, minha preguiça, lugares apertados, animais que não confio(tipo cachorro, sim não consigo confiar em cachorros, nem em gatos).

7. Tem alguém que te inspira?
  Sempre tenho pessoas inspiração aquelas que acho que são incríveis em algum aspecto, mas as que mais me inspiram são as que estão sempre lutando por seus sonhos, projetos e desejos, eu olha para essas pessoas e acredito que eu possa fazer o mesmo, eu vejo uma pessoa assim ela me inspira, e as pessoas mais criativas que estão sempre criando e fazendo algo novo acontecer, essas pessoas me inspiram por demais.

8. Qual a sua cor?
  Eu não tenho cor favorita, não eu sou democrática com as cores e tento gostar de todas elas, a verdade é que tenho algumas preferidas, mas ainda assim, eu sinto que não pelo simples fato de que eu gosto de todas, mas se você realmente quer uma cor.  Tudo bem vai, azul ou rosa, respondido.

9. Algo a dizer sobre as pessoas que venham a te conhecer?
   Bom, se quer realmente que conhecer vai ter que me mostrar que posso confiar em você e vai ter que ter muita paciência comigo, sou muito fechada a quem não conheço, bem, as conversas mais  sinceras e loucas virão com o tempo e com confiança, cm os novos sou tímida e terá de me deixar bem confortável para conseguirmos uma conversa digna, mas no final das contas sou bem legal. 

Indicação de blogs:
Olha eu não vou indicar blogs, vou apenas deixar em aberto, quero que todos que quiserem e aceitarem falar sobre isso simplesmente usem a tag, é só seguir as regrinhas, deixem o link aqui das suas respostas quero ver.