06 maio 2016

Começando meu novo blog!!!!


Venho aqui falar que este blog, não vai mais estar em uso, este blog não mais reflete o que se passa aqui dentro. Ao invês de mudar nome e excluir tudo migrei de site e o novo blog tem um ar mais  a minha cara no momento, mais sério, inovador, mais indie, mais vintage, mais folk e até mais blues. Vão lá e confiram!
Beijosss Vans.

                         Link










12 abril 2016

Home- part I


      Casa, onde está? Onde achar? Nem sempre estamos nela, nem sempre pertencemos, buscamos desesperadamente pela casa, lar, pelo nosso lugar no mundo. Antes de mim, antes de você o homem já tinha um dilema ficar ou continuar andando? Os antigos nômades já eram assim, nunca paravam sempre em busca do seu lugar do melhor de todos para chamá-lo de casa, quando descobriram como tornar um local sua casa pararam de procurar e tentaram torná-los os locais o melhor possível, alguns corações simplesmente acreditaram que seu lugar é onde se cresceu, e no momento falado andar sem rumo era loucura sem tamanho, mas nem todos os corações se aquetaram diante do lugar que viveram, essas almas viajantes criaram os utensílios para viver viajando, domesticaram animais para seu meio de transporte, criaram carroças, charretes, carros, motos.
      Sempre admirei pássaros vão atrás de seus lares, saem de seus ninhos a maioria nunca retorna, coragem de ser como eles de sair pelo mundo sem rumo até achar seu destino final, para se achar, para viver. O problema é que o criador não nos fez para isso, dentro de nossa essência ele colocou um sentimento que qualquer um que vive mudando, que os viajantes sentem: Pertencimento. Essa palavra que tanto tem significado, mas que só aparece quando saímos atrás do que queremos. Chegar em um novo local nunca é fácil, não há nada, não há ninguém de aspecto familiar e como seres humanos isso te quebra por dentro, a diferença de local, de pessoas, o medo da cidade grande isso te atinge como uma prédio caindo, é uma demolição em você mesmo, se ver sozinho em um local desconhecido pode te trazer a falta e a saudade, mas tantos já o fizeram....
      Nordeste para São Paulo, Norte para centro-oeste, Sul para São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, do Brasil para os EUA, para Europa, Ásia, Oceania, da Europa para América, da África para Europa, Ásia, América, saindo de sua cidade, de seu país, de sua zona de conforto para seguir um sonho, uma vontade de vida melhor. Eu mesma sei o que é isso e sei da vontade que tenho, esse ano saí da minha cidade, sonho em sair do meu paí, é preciso ter coragem, muita coragem, deixar tudo e abraçar o mundo de peito aberto e se abrir a tudo que vier, de considerar uma benção, mas saber também que tudo isso é uma maldição, é estar entre a cruz e a espada, entre a vontade de ficar naquele lugar dos sonhos, onde a vida te parece melhor e voltar para o seu conforto tão familiar, onde você já sabe, somos feitos de vontade de descobrir o descobrir o desconhecido, mas ir de encontro a ele só os mais verdadeiros aventureiros, o fato é que a saudade do conforto te destrói por dentro, o jeito é aprender a viver com essa dor que as vezes vai te consumir e te fazer chorar e outras nem mesmo sentir você irá, mas lá ela continuará porque você sabe que uma hora ou outra vai voltar...













26 março 2016

Não estou postando, sem previsão de quando...


      
    Sim, isso mesmo. Eu não estou postando e estou sem previsão, pois de fato,  estou sem internet. Como já devem saber eu me mudei, e fiquei sem internet, o apartamento onde estou tem muita burocracia e não conseguimos instalar a internet que já havia na outra casa.  Ligamos para algumas outras empresas de internet e ainda não foi possível, a única que conseguimos ainda não foi instalar e não tem previsão, por isso estou sem revisão de volta. Mas espero que seja logo. Desculpem pelos transtornos, obrigado pela compreensão amores!








10 março 2016

Eu necessito do feminismo porque...


     
Eu necessito do feminismo porque mesmo entrando numa universidade, meu curso ainda tem preconceito com o fato de eu ser mulher.
Eu necessito do feminismo porque eu ainda sou julgada pela roupa que eu uso.
Eu preciso do feminismo pois tenho medo de andar na rua a noite.
Eu preciso do feminismo porque ainda me acham incapaz de viajar sozinha.
Eu preciso do feminismo porque onde vou trabalhar vou ganhar bem menos que meus colegas homens.
Eu preciso do feminismo porque vou ter de trabalhar no mínimo três vezes mais que um homem até conseguir a confiança das pessoas.
Eu preciso do feminismo pois as pessoas ainda acreditam que toda mulher tem o sonho de casar e ter filhos.
Eu preciso do feminismo porque sonho alto e para as pessoas uma garota que quer viver fora do país e trabalhar na ONU é um sonho muito alto.
Eu preciso do feminismo pois ainda sou vista como objeto, mesmo detestando isso.
Eu preciso do feminismo pois a cada 12 minutos uma mulher é estuprada em nosso país.
Eu preciso do feminismo porque a cada 5 minutos uma mulher é espancada no país.
Eu preciso do feminismo porque filmes, livros e novelas romantizam abuso e pedofilia
Eu preciso de feminismo porque Eu não posso fazer coisas que homens podem
Eu preciso do feminismo porque negras são ridicularizadas e invisibilizadas.
Eu preciso do feminismo porque negras são fetichizadas.
Eu preciso do feminismo porque negras são consideradas sujas.
Eu preciso do feminismo porque Garotas pensam que é legal envergonhar umas as outras.
Eu preciso do feminismo porque O mundo tem esperanças mais altas para o meu irmão.
Eu preciso do feminismo porque minha feminilidade me faz "fraca"
Eu preciso do feminismo porque Se eu agir de um modo mais masculino sou uma "aberração"
Eu preciso do feminismo porque meus seios são minhas “melhores qualidades”.
Eu preciso do feminismo porque Eu acredito em igualdade.
Eu preciso do feminismo porque homens tem que ser "másculos"
Eu preciso do feminismo porque garotos não podem brincar com coisas de meninas.
Eu preciso do feminismo porque eu não podia brincar de coisas de garotos.
Eu preciso de feminismo porque  minhas ambições não podem ser maiores que as dos garotos.
Eu preciso do feminismo porque mulheres são hipersexualizadas em todas as expressões artísticas.
Eu preciso do feminismo pois meninas da minha idade já tem mais de dois filhos e são casadas há anos mundo a fora.
Eu preciso do feminismo pois os meninos não podem ser como quiserem assim como nós.
Eu preciso do feminismo porque " o homem não chora".
Eu preciso do feminismo porque pago menos nas festas.
Eu preciso do feminismo porque crianças são desde cedo sexualizadas e incentivadas a serem opressores e aceitarem ser oprimidas.
Eu preciso do feminismo porque "cantadas são normais e não tem nada de mais"
Eu preciso do feminismo porque eu quero ser livre e libertar minhas irmãs que sofrem com o machismo, misogenia e sexismo.


E se você não acha que precisa então por favor olhe a sua volta e veja o quanto você tem por conta de algumas mulheres que lutaram pra você ir a escola, fazer faculdade, trabalhar, ser independente e aquelas que lutam para que você possa andar na rua sem medo, que os homens te respeitem, que você não precise ouvir "gostosa" "oh lá em casa" enquanto anda na rua,  que você não tenha que ganhar 23% a menos que os homens por ser mulher, para que você não morra "por amor", e que não importa o que aconteça VOCÊ NÃO PEDIU POR ISSO!













02 março 2016

March's Playlist



   Oi pessoal, mais um post nesse momento irregular, consegui net, mas não sei se amanhã terei, o fato é que na minha casa não tem. Continuem ligados aqui, amores, a playlist desse mês se despede do verão que já tá abancando, e a volta das aulas, da vida normal. a volta pra casa, a mudança, celebra tudo isso. Vem conferir, tem Francesco Yates, tem Phillip Phillips, Passenger, e todos os meus amados! 
Beijinhos, Vans








27 fevereiro 2016

As mudanças podem desestimular



      Segunda mudei de apartamento, já estou cursando a faculdade de direito, mas aconteceu que hoje eu me senti mal, me senti desestimulada, e chateada. Tudo muito novo, diferente, maluco e  a falta de pessoas que amo e estão longe mostra ainda mais que isso uma decepção. Como mudanças que seriam para o bem, boas, podem desestimular? Talvez, de certa forma eu esteja exagerando, mas quando se muda de local, você se sente diferente, no começo dá aquela felicidade maluca, tudo novo! Depois você começa a sentir falta de coisas simples na sua vida, de coisas que nunca achou que sentiria, tudo isso junto ao medo do desconhecido, sim, até mesmo os desbravadores tem medo do desconhecido afinal, não sabemos o que vem depois.
      O fato é que hoje eu aprendi o que realmente significa saudades, amizade, medo do desconhecido e outras coisinhas que todos me diziam que eu sentiria e acreditei que nunca sentiria por ser desapegada demais para isso, mesmo os mais desapegados, sentem o peso de uma mudança repentina, do medo de crescer, o grande peso de estar por sua própria conta, de estar distante. O peso final da mudança, mas é claro que sempre podemos mudar esse desestímulo, como? Vivendo e aproveitando o que ainda há de vir.



   






20 fevereiro 2016

Voltando Terça Yeyy!!



  Como vocês  puderam notar eu meio que sumi essa semana e venho lhes pedir desculpas pelo sumiço, minha vida saiu do controle, primeiro dia de aula, ainda mudando as coisas pra o novo apartamento o qual ainda não estou, a adaptação para um novo estilo de vida e uma cidade bem maior que a minha tem sido uma loucura, diferente, mas louco. Em fim, eu estou tentando deixar tudo certo, mas ainda estou caminhando, tenho muitos livros para ler na faculdade já, estou tentando começar alguns logo, vou montar um plano de estudos, e arrumar meu novo apartamento. Mas as boas notícias se baseiam no fato de eu estar de volta, vou voltar na terça, pois me mudarei definitivamente na segunda, terça, quarta,quinta e sexta terão posts novos, vou deixar esse espaço para saber o que vocês querem nessa próxima semana, se querem saber mais sobre a faculdade, ou querem, filmes, séries, dicas de cabelo, falem ai o que vocês desejam, estarei a disposição. 
P.S. O novo horário será as 18:00 para post novo, nos dias: Segunda( não nesta semana), Terça, Quinta e Sexta. 
Beijos meus corações, amo vocês









15 fevereiro 2016

Primeiro dia de aula na faculdade



 Hoje foi meu primeiro dia da faculdade de direito e eu queria compartilhar com vocês o que foi e como eu me senti, vamos ver. Se quiser posso dar um resumo da minha primeira semana.

 Como foi?


 Emocionante, como todo mundo que começa num local novo é assim, o medo, a ansiedade, pra lhes confessar eu quase não dormi nesta noite, mas tirando o nervosismo , eu me atrapalhei e não sabia direito onde era, mudei de prédio e passei uns quinze minutos para achar a sala, mas achei. Chegando tudo certo,  o professor foi ótimo e nos perguntou porque nós escolhemos o curso e o que achávamos da disciplina dele quando ouvia, em fim, bem legal.

 O que senti?
  
 Medo, emoção, confusão, diversão, felicidade e mais.

O que espero?

 Não dá para saber ainda, mas o que acho é que essa matéria será interessante, boa, quero realmente experimentar. O fato é que gostei de hoje, os alunos de minha sala são legais, e rimos muito, espero que o semestre seja bom.









12 fevereiro 2016

Explicações e desculpas




    Venho aqui pedir desculpas por essa semana estar tão ausente, tem acontecido tanto na minha vida. O fato é que eu estou no meio de um possível mudança, de cidade mesmo pessoal, por isso tenho tido de deixar o blog um pouco de lado, peço desculpas, tenho arrumado algumas coisas e tenho preparado tudo para ir morar na outra cidade, por conta de faculdade, essa é minha explicação para não me fazer frequente aqui e já peço desculpas por isso, mas eu realmente preciso organizar tudo, semana que vem provavelmente será uma semana normal, pelo menos até segunda parte. Em fim quero me desculpar e também me explicar o que ocorre agora na minha vida.
Beijos lindos leitores <3






10 fevereiro 2016

Assisti: Chicago Med



Imagem de chicago, med, and chicago med   Tenho acompanhado todos os capítulos dessa série médica, sim, mais uma, tenho despertado um fascínio pelo mundo médico, é bem interessante. Essa é uma série que veio como um spin off, este veio de outras séries que também falam sobre a cidade de Chicago, são Chicago Fire, que daria a ideia para Chicago PD, em que os personagens fazem aparições em Chicago Med, essas três séries falam sobre a cidade de Chicago, mas focando apenas na da resenha de hoje, o hospital que recebe o mesmo nome da série, onde a cada episódio chega uma nova emergência, uma nova história que envolve os médicos e enfermeiros do hospital, mostrando que ser médico além de salvar vidas é passar por momentos difíceis e tristes e que essa profissão por mais bonita que possa ser tem mais do que a beleza de ajudar, tem também a impotência e todos os sentimentos humanos.
Imagem de chicago, med, and collin donell    Acho que essa série que ainda tem poucos capítulos, mas que eu já amo, envolve bastante sentimentos, ela é bem produzida e tudo parece se encaixar quase que perfeitamente, o roteiro é interpretado por bons atores, que desempenham seus papeis muito bem para falar a verdade. Os locais das filmagens são bem realistas e o roteiro é muito bom, esse combo todo junto com a boa fotografia, dá a série um ar mais realista, mais humano, que te envolve sem ao menos você perceber, tenho gostado muito do desenvolvimento da série, não só dela, mas de seus atores, que tem evoluído e me surpreendido, seu roteiro não fica nem um pouco atrás. Depois de tudo isso tenho que dizer que amo séries médicas, apesar de não curti muito algumas, mas ainda assim eu tenho um lugarzinho no meu coração pra essa série e você também, além do mais segundo um dos atores, o ruivinho fofo que interpreta o Will já podemos esperar segunda temporada!

Trailer:



P.S.
Quero pedir desculpas por não postar nos últimos dias, tem sido dias loucos pessoal, eu ainda não contei pra vocês, mas estarei mudando de cidade até o final da semana se tudo der certo, então essa semana tem sido louca, tenho muito a fazer, por isso começo pedindo desculpas se eu não for constante nesta semana, tenho muito a fazer, mas espero que em no máximo duas semanas isso se normalize até lá, continuarei postando, só vai depender da disponibilidade, espero que entendam.
    
          









05 fevereiro 2016

Look do dia: Folk in the summer



        Outro look do dia, amo looks do dia, o de hoje eu nem mesmo sei como é mas amei tanto,  tem uma blusa com umas mãos místicas ou é o que penso que seja, tem um kimono maravilhoso, um shorts azul. Tudo que amo. Confere e me diz se gosta do look!








04 fevereiro 2016

Updade: Meus produtos para o cabelo.



    Eu tenho me dedicado muito aos posts de cabelo como podem perceber, mas hoje eu decidi dar um update sobre quais são meus produtos de cabelo, alguns eu comprei no começo do meu low poo e outros comprei nesses dois meses, agora com essa rotina eu mudei os produtos e as hidratações então vamos lá.

1- Shampoo sem sulfato Creoula

2-Condicionador  Creoula


3-Mascara de tratamento Dream Cream

4-Mascara de tratamento Morte súbita
Máscara Lola Super Hidratante Morte Súbita 1kg

5-Creme de pentear Milagre Diet
lola-milagre-diet-cream-400g

6-Creme de pentear Curly Wurly

São meus produtos alguns deles eu já falei, o milagre foi comprado bem antes da rotina começar, os outros durante um tempo, bom basicamente cada um deles tem ajudado a definir meu cabelo e a deixá-lo como está agora, eu lavo meu cabelo duas vezes na semana, e normalmente dura bastante. O fato é que esses são produtos bons e que desejo manter a maioria tirando o Dream cream e o milagre diet, ainda tem bastante, o dream cream vem num pote pequeno e dura bastante, o milagre também tem uns três meses que uso ele. Em fim se quiserem posso fazer uma resenha individual deles, desjo achar outra e penso em comprar outros para testar, primeiro e agora quero o kit low poo da Deva curl, ou posso trocar o shampoo sem sulfato por um no poo com o resto do kit, basicamente o mercado brasileiro tem se aberto a ideia das técnicas, coisa que na gringa já é super comum, mas vamos esperar pra ver!

Veja o post sobre low poo
Veja a resenha do Curly Wurly







02 fevereiro 2016

Top 3 os gifs mais fantásticos.



 Os gifs são produzidos por George Redhawk, e vocês vão se surpreender que estas obras de artes sejam feitas por uma pessoa com deficiência visual, ele não tem a visão, mas o seus gifs são um mundo de sonhos e em sua maioria fantásticos que só pode ter saído de uma imaginação muito forte. Confira os 5 gifs mais fantásticos que já vi.


1- Não tenho que explicar é só fantástico.

2-Uma reflexão sai daqui?

3-Esse?
by artist george blind haunting











01 fevereiro 2016

February's playlist



  Como todo começo de mês tem uma nova playlist com muita música boa, umas novas descobertas e músicas que eu não consigo deixar de ouvir, uma playlist divertida, gostosa de ouvir com muito indie, folk e pop e tem uma eletrônica para vocês, espero que gostem, comentem ai embaixo o que acharam.








29 janeiro 2016

Low poo vale a pena?


   
Hoje decidi falar de uma técnica que estou usando e que tenho amado que é o low poo criada pela  dona de cachos linda Lorraine Massey, toda técnica está no livro Curly Girl dela e fala sobre isso e ensina ideias de como cuidar do seu cabelo e hoje vou dar um a perspectiva sobre o que é, se vale a pena começar, por onde começar, esse vai ser o primeiro de uma série. Se gostarem comentem, posso fazer mais sobre produtos e minha experiência que ainda é pouca tenho apenas dois meses e tudo descrito abaixo foi antes pesquisado para ter certeza ok ?

O que é?
 
   A técnica do low poo consiste em usar shampoos sem sulfato ou outros agentes de limpeza que são mais leves e não agridem o fio frágil de um cabelo cacheado, e pode ser usado por qualquer tipo de cabelo. O Betaína cocamidopropyl (Anfótero) e Sulfossuccinato de Sódio de Dioctilo, são as mais usadas nos shampoos para low poo por agredirem quase nada a fibra capilar, além disso a técnica pede que você deixe para trás óleos minerais, petrolatos, vaselinas e silicones insolúveis no caso do low poo os solúveis serão retirados com o shampoo low poo.

Porque? 

  O uso de sulfatos como já falados agridem o cabelo e retiram a proteção natural dos fios, os petrolatos, silicones insolúveis, vaselinas, óleos minerais mascaram a aparência do cabelo para que ele fique saudável e bonito, mas na verdade ele pode estar carente de substâncias e fraco. Além disso esses componentes impedem que o tratamento que seu cabelo precisa chegue na fibra capilar assim o cabelo não recebe nutrientes necessários para ficar saudável.

Pra quem é bom?
  

  

   A técnica é boa para todos os tipos de cabelo, nos lisos e oleosos ajuda a controlar essa oleosidade e o cabelo pode durar mais dias sem ficar muito cheio de óleo, nos cabelos ondulados pode ajudar a definir as ondas e cachos e controlar a oleosidade se esta existir, para cachos não vai retirar o pouco de hidratação e oleosidade que consegue chegar aos fios e agredir menos. E para todos vai hidratar de verdade e deixar o cabelo receber o que ele precisa sem barreiras, além de que o cabelo vai ficar como ele é de verdade.

Por onde começar?

   Primeiro para você começar é importante saber uma lista de coisas proibidas nessa técnica/estilo de vida, depois para começar é importante que você compre produtos liberados, se quiser posso fazer um post sobre produtos liberados em conta, e ai a primeira lavagem é necessário que você  use o shampoo com sulfato para retirar tudo que não pode estar no seu cabelo no começo da técnica e depois utilize as máscaras, condicionadores, cremes de pentear e leave in liberados e depois disso continuará a fazer isso trocando apenas o shampoo com sulfato da primeira vez por um com agentes limpantes leves.
    Essas tabelas são bem explicativas, mas gerais, sugiro que faça uma pesquisa detalhada para saber mais e fique atenta ao meu blog, vou falar mais sobre o assunto, mas essas tabelas já ajudam muito!
Peguei no blog cacheia que amo e sigo, eles tem ótimas matérias sobre as técnicas.



Vale a pena?

   Sim, vale muito a pena, meu cabelo quando comecei era sem vida, sem movimento, pesado e sem brilho e também estava meio judiado apesar de hidratar sempre, na primeira lavagem meu cabelo ficou bastante ressecado e feio e sim gente isso é comum já que agora ele está praticamente vazio, sem os nutrientes e também sem as substâncias que mascaravam o cabelo, eu ainda não terminei a transição, sim existe uma transição, quando você começa você tem que hidratar muito o seu cabelo para poder ele voltar a ter os nutrientes que foi perdido e com isso voltar a ficar saudável de verdade. O cabelo vai ficar estranho nas primeiras semanas e pode cair um pouco, já que ele pode sentir falta das substâncias e também está fraco pois tem poucos nutrientes, isso muda com o tempo, os tratamentos e hidratações. 
   Pra cabelos lisos a transição pode durar um mês ou um pouquinho mais, depois disso seu cabelo já pode ter recuperado tudo que perdeu, nos ondulados pode demorar um pouco mais, mas ai depende do tipo de cabelo se ele é fácil ou não de pegar a hidratação, já nos cacheados e crespos demora bastante, tenho dois meses com ele e ainda não terminei a transição, apesar de usar muito óleo e hidratação nele ainda não está no cem por cento, pois o fio na forma do nosso demora mais de conseguir tudo que precisa, mas com um mês ele já começa a ficar lindo, hidratado e quase não cai mais, cai o pouco que todo cabelo saudável cai afinal é normal e um ciclo do seu cabelo cair um pouco para renovar os fios. Até agora ele tem melhorado muito o meu cabelo e tem me ajudado a ver como o meu cabelo pode ser de verdade. 

Quem usa o low poo e no poo só tem coisas boas para contar da técnica!

Antes:


Depois de um mês e pouco de técnica:


Dá para ver uma diferença, está mais bonito saudável, brilhoso e solto, os cachos também estão mais bem feitos e tem mais volume no cabelo !